Conheça a diferença entre motores de 2 e 4 tempos | Toyama

Conheça a diferença entre motores de 2 e 4 tempos

Compartilhar

Potência e peso fazem parte das características de cada tipo de motor

Os motores são utilizados por diversos equipamentos em todo o mundo, se dividindo basicamente entre dois ciclos: 2 e 4 tempos. As principais diferenças entre os dois tipos de motores estão na construção e funcionamento e garantem vantagens para uso em diversos equipamentos e veículos.

Quer saber mais? Então confira o material que a Toyama preparou para você a seguir!

Motores de 2 tempos

Os motores de 2 tempos produzem uma explosão a cada giro do eixo central. Podem funcionar em várias posições e são muito leves, o que os tornam ideais para equipamentos com peso reduzido, como as Motosserras e Roçadeiras.

Esses tipos de motores são de construção mais simplificada, já que não possuem válvulas de admissão e nem escapamento. Por isso, os motores de 2 tempos possuem custos reduzidos de produção e manutenção.

Motores de 4 tempos

Nos motores de 4 tempos, a combustão acontece nos intervalos dos giros, promovendo um ganho relevante de potência e torque. Por serem mais pesados, estes motores são utilizados em veículos e equipamentos mais robustos, como Geradores e Tratores.

Funcionamento dos motores

Os motores de 2 e 4 tempos possuem diferenças importantes em suas etapas de funcionamento:

Motor de 2 tempos

  • Primeiro tempo: o pistão sobe comprimindo a mistura de ar e combustível no cilindro e produz a rarefação no cárter. Logo na sequência, acontece a ignição e combustão da mistura;
  • Segundo tempo: os gases da combustão se expandem e fazem o pistão descer, comprimindo a mistura no cárter. Em seguida, o pistão abre a janela de exaustão e possibilita a saída dos gases queimados no processo.

Motor de 4 tempos

  • Primeiro tempo: ocorre o movimento do pistão do ponto morto alto para o ponto morto baixo, com a válvula de admissão aberta;
  • Segundo tempo: neste momento, o movimento do pistão do ponto morto baixo para o alto acontece com as duas válvulas fechadas. O pistão então comprime a mistura de combustível de ar;
  • Terceiro tempo: a vela produz a faísca para realizar a ignição;
  • Quarto tempo: a exaustão acontece quando o pistão sobe do ponto morto baixo para o alto com a válvula de escapamento aberta.

Agora que você já sabe mais sobre a diferença entre motores de 2 e 4 tempos, que tal conhecer a nossa linha de produtos? Acesse o site da Toyama e encontre o motor certo para atender às suas necessidades!

Assine nossa newsletter e tenha acesso a novidades exclusivas!